São Paulo terá megaevento de equipamentos pesados em 2023

Conheça a infraestrutura do Brazil Equipo Show (BES 2023), que acontece em agosto do ano que vem, na Red Eventos, maior centro de eventos do interior de São Paulo, com área externa de 58 mil m3 

A Brazil Equipo Show (BES 2023) será a primeira exposição e feira de equipamentos pesados no conceito de evento show do Brasil. O diferencial serão as demonstrações ao vivo, em estandes a céu aberto, com áreas variando entre 100 m2 e 3.000 m2. O novo modelo de feira e exposição para esse tipo de maquinário acontecerá no maior centro de eventos do interior de São Paulo, a Red Eventos, localizada em Jaguariúna, com acesso viário para São Paulo capital, interior do estado e Sul de Minas, além do acesso – 40 minutos – ao aeroporto de Viracopos, em Campinas. Veja os principais destaques do primeiro evento show de equipamentos pesados do páis a seguir:

O que é um evento show: O conceito de evento show difere do modelo de feira e exposição tradicional pela possibilidade de demonstrações de equipamentos ao vivo. Eles não ficarão em exposição, estáticos, em estandes fechados. Pelo contrário: os fabricantes terão áreas disponíveis – entre 100 m2 e 3000 m2 cada – para apresentar as máquinas que consideram estratégicas, em arenas individuais. Cada um deles fará seu show particular e os visitantes poderão assistir múltiplas apresentações por dia. O processo, é claro, terá protocolos de segurança, um fator essencial do mercado de máquinas pesadas.

Por que um evento show no Brasil: A BES 2023 responde a uma demanda do próprio setor de equipamentos pesados por uma feira dinâmica, com maior interação com os visitantes e com custo-benefício real e não alinhada a valores de eventos internacionais. A BES 2023 combina exatamente essas duas condições: traz os equipamentos para o centro do palco e de forma dinâmica e a um custo alinhado com a realidade brasileira. E mais: o evento acontece justamente na retomada de exposições presenciais pós-pandemia e em espaço aberto.

Local estratégico: a Red, em Jaguariúna, interior de São Paulo, será a sede da BES 2023. Trata-se do maior centro de shows e eventos do interior do estado, com acesso fácil à capital e ao interior e ainda ao Sul de Minas Gerais. A cidade, que tem um dos maiores IDHs do país, está no centro de uma malha viária moderna e concessionada. Além disso, possui rápido acesso ao aeroporto internacional de Viracopos – 40 minutos – que é o hub da companhia Azul, com voos para praticamente todo o país. Jaguariúna também usufrui da proximidade de Campinas (30 minutos do centro da cidade) e de sua rede hoteleira e está a 1h30 da capital, outro ponto de acesso para vários visitantes de todo o país.

Experiência em grandes eventos: A Red tem mais de 20 anos de operação, realizando shows e eventos, o que a transformou no maior complexo de entretenimento e negócios do interior do estado de São Paulo. Já foram mais 2.200 shows e 2.500 eventos realizados com a presença de mais de 12 milhões de pessoas. Instalada na Região Metropolitana de Campinas, é cercada de todas as comodidades: hotéis, aeroporto internacional, helipontos e a maior malha viária do país em rodovias duplas. Outro diferencial importante é a equipe altamente especializada em grandes eventos.

Grande área aberta: Palco de show e eventos grandiosos, a Red Eventos tem uma infraestrutura diversificada. A área aberta – fundamental para a BES 2023 – é a Arena Outdoor, com 58 000 m2. Tem a capacidade para atender vários fabricantes de equipamentos, mesmo aqueles que optarem pelo espaço máximo de estande a céu aberto, que é de 3 000 m2. O espaço externo tem ainda a capacidade para absorver até 8 mil veículos em seu estacionamento, com estrutura adicional para praça de alimentação. E tem ainda a experiência da Red em gerenciar exposições de grande porte, como o rodeio tradicional que acontece no local.

Arena aberta com arquibancadas:  Além das áreas individuais abertas e da disposição de estandes fechados tradicionais, a BES 2023 terá uma arena aberta com arquibancadas com cerca de 500 lugares. Esse espaço único será utilizado para demonstrações especiais e, inclusive, como palco do campeonato de operadores de máquinas, a ser realizado durante o evento. E a Red já é especializada em arenas, pois sedia um dos mais importantes rodeios do Brasil.

Área interna adicional: Além do espaço externo, os expositores podem também optar por estandes internos em modelos tradicionais, que complementam sua estratégia de demonstrações ao vivo. A Red Arena Indoor, sozinha, tem 2.500 m2, com 7 metros de pé direito, inclusive com palco de 18 m de profundidade. E pode acomodar até 6 mil pessoas em pé, em caso de shows. Na configuração de exposição, o espaço será remodelado para atender as expectativas dos potenciais expositores, mas mantendo os recursos como portaria com segurança e espaços de alimentação.

Mais espaços internos: O fato de ser o maior centro de eventos do interior de São Paulo não acontece à toa na Red. O complexo envolve o Red Lounge, com 800m2 espaço para montagem e palco, com camarins e mesas redondas para até 300 pessoas. Já o Foyer tem 155 m2 e é próprio para atender eventos no estilo de American Bar. O Red Hall, por sua vez, tem 1.100 m2, ar-condicionado e mezanino para até 44 camarotes, além de palco profissional. Somente esse local tem capacidade para até 2 mil pessoas em pé ou 1.400 sentadas em formato de show.

Logística afinada: Para os potenciais expositores, a logística organizada da Red é uma informação importante. O local tem áreas diferenciadas, que permitem a realização de eventos para 100 até 30.000 pessoas e estacionamento interno e com seguro para até 10.000 veículos. A infraestrutura inclui ainda áreas de acesso a deficientes físicos e pessoas com necessidades especiais, além de isolamento físico e acústico entre os diferentes ambientes. O acesso controlado é feito por meio de portaria com segurança. Para a montagem e desmontagem de estantes, o local tem área de carga e descarga organizada e acessos independentes para público e serviços.

Turismo complementar: Por ser a porta do Circuito das Águas, Jaguariúna é uma linha direta com cidades de grande apelo turístico como Serra Negra e Águas de Lindoia, ambas com ampla rede hoteleira e inúmeras atrações. Jaguariúna também está a meio caminho de Sul de Minas, outra possibilidade de extensão turística para quem participar da BES 2023. As rotas incluem a tradicional gastronomia mineira e compras que vão desde malhas a cerâmica de alta qualidade. Para visitantes de outros estados, a cidade tem acesso direto à capital e à Região Metropolitana de Campinas, com rotas alternativas, servidas por boas estradas concessionadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 - 
Arabic
 - 
ar
Bengali
 - 
bn
German
 - 
de
English
 - 
en
French
 - 
fr
Hindi
 - 
hi
Indonesian
 - 
id
Portuguese
 - 
pt
Russian
 - 
ru
Spanish
 - 
es